Plano de estudos

PhD-COMP é um programa de Doutoramento constituído por 240 ECTS. Um percurso normal pressupõe que os estudantes entreguem a dissertação até ao final do quarto ano do curso. Os primeiros dois anos destinam-se à formação curricular avançada (o primeiro ano consiste na frequência de um conjunto de cinco seminários de base, e o segundo ano no treino supervisionado individual); os restantes dois anos são dedicados a um período de investigação, mobilidade internacional e integração no meio científico. Cada estudante tem de passar pelo menos um semestre numa instituição parceira estrangeira. Durante esse período, trabalha com os orientadores internacionais, faz investigação e participa em conferências e cursos oferecidos.

No primeiro ano, os 60 ECTS são obtidos em cinco seminários de doutoramento – três seminários em Tópicos em Comparatismo, que oferecem uma perspectiva transversal sobre os principais problemas do campo; um seminário Interartes, que proporciona uma investigação sobre o estado da arte das relações entre diferentes artes e média; e um Seminário Opcional que pode ser escolhido de entre toda a oferta lectiva pós-graduada da Faculdade de Letras. No primeiro ano, para além da componente curricular, os alunos desenvolvem também investigação preliminar e supervisionada no âmbito de um dos projectos de investigação do CEC.

O segundo ano é dedicado ao treino individual supervisionado: no primeiro semestre, os alunos inscrevem-se no Seminário de Investigação I (30 ECTS), um seminário concebido para oferecer as ferramentas metodológicas necessárias ao desenvolvimento da investigação dos alunos. No segundo semestre, cada estudante segue um plano individual (30 ECTS) concebido pelos orientadores, o qual inclui um conjunto variado de actividades de desenvolvimento a seleccionar da seguinte lista de opções:
1) participação supervisionada num projecto de investigação (seleccionado com base na afinidade com o tópico de investigação do estudante), que continuará no terceiro e quarto anos;
2) participação em seminários intensivos leccionados pelos membros internacionais da equipa (a escolha é feita tendo em conta a oferta anual e os interesses do estudante);
3) participação em workshops especialmente concebidos para preparar os alunos para o ambiente académico, nos quais são discutidas questões relacionadas com o desenvolvimento de competências dos investigadores na área das Humanidades, a publicação em periódicos de renome e em editoras académicas reconhecidas internacionalmente, a procura de financiamento para investigação e escrita de propostas de projectos de investigação, entre outras;
4) participação numa Escola de Verão internacional, onde os estudantes podem assistir a seminários e simpósios e apresentar o seu trabalho a audiências e especialistas internacionais.

No final do quarto semestre, todos os estudantes têm de apresentar e discutir os seus planos de dissertação perante um júri de avaliação e orientação constituído pelos orientadores, um avaliador externo (sempre que possível, membro da comissão de aconselhamento do PhD-COMP) e um membro da Direcção do Programa, que modera a sessão.

No final do oitavo semestre, os estudantes entregam a sua tese (extensão média recomendada: 80 000 palavras) de acordo com o procedimento estipulado pelos Serviços Académicos da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa.

Plano de Estudos – publicação oficial