Daniel Lourenço

E-mail: d.lourenco@campus.ul.pt

Daniel Lourenço é licenciado em Línguas, Literaturas e Culturas: Artes e Culturas Comparadas, pela Universidade de Lisboa, e mestre em Sexual Dissidence in Literature and Culture pela Universidade de Sussex. Colaborou, enquanto Bolseiro de Integração na Investigação (2007-2008) e enquanto colaborador (2009-2012) no projecto de investigação CILM – City and (In)security in Literature and Media.

Foi admitido no PhD-COMP em 2015/2016, como bolseiro de doutoramento (PD/BD/113725/2015). Desenvolve investigação sobre a obra da autora experimental Norte Americana do século XX Kathy Acker, implementando vários tipos de prismas críticos dissidentes ao seu trabalho, incluindo teorias radicais trans, queer e feministas, éticas e políticas políticas anti-coloniais, hermenêuticas assentes na biopoética e biopolítica, epistemologias feministas e outros modos de prática crítica que desafiam as fronteiras representacionais e políticas da obra de Acker, e da sua recepção crítica nos meios literários dos séculos XX e XXI. Sublinha particularmente  a necessidade de desenvolver uma crítica que evite sobre-romantizar Acker, procurando explorar algumas das suas escolhas representacionais mais ambiciosas, opacas ou problemáticas sob a orientação das professoras Susana Araújo (Universidade de Lisboa) e Georgina Colby (Universidade de Westminster).

É membro em formação do Centro de Estudos Comparatistas (FLUL), integrando a equipa do Projecto  CILM – City and (In)security in Literature and Media

Publicações:

  1. Queer na primeira pessoa: notas por uma enunciação localizada“. Estudos Feministas, volume 25, n. 2.